Ofertas para:

Alterar

Informe seu CEP para ver ofertas exclusivas da sua região.

Medicamentos e SaúdeColesterol e triglicerídiosLosartana Potássica 50mg Com 30 Comprimidos Genéricos Neo Química

Losartana Potássica 50mg Com 30 Comprimidos Genéricos Neo Química

Leve 2 pague
R$ 4,43cada
R$ 7,52
R$ 5,90
Economize R$ 1,62
Quantidade
Quantidade

Farmácias Pague Menos

Entrega e retirada

Loading interface...

Descrição do Produto

APRESENTAÇÃO
Losartana potássica é um medicamento genérico indicado para o tratamento da hipertensão (pressão alta) e da insuficiência cardíaca. A substância evita o agravamento de problemas cardiovasculares e também protege a função renal em pacientes com diabetes mellitus tipo 2.
Conteúdo da Embalagem: 30 comprimidos de 50 mg.

COMPOSIÇÃO
Losartana potássica (50 mg/comprimido) e excipientes.

COMO FUNCIONA
A losartana potássica é um Bloqueador dos Receptores de Angiotensina II (BRAs). Os BRAs são princípios ativos que “relaxam” os vasos sanguíneos, melhorando a circulação e ajudando a controlar a pressão arterial.
Em pacientes hipertensos, o tratamento com losartana potássica combate uma série de problemas cardiovasculares e circulatórios, como morte cardiovascular, Acidente Vascular Cerebral (AVC) e infarto do miocárdio em casos de hipertrofia ventricular esquerda.
Em pacientes diabéticos ou com proteinúria (perda de proteína pela urina), a losartana potássica também retarda a progressão de doenças renais, como duplicação de creatinina sérica e insuficiência renal terminal (casos que exigem diálise ou transplante de rim).

PARA QUEM É INDICADO
A losartana potássica é indicada para:
  • Pacientes com hipertensão (pressão alta) e risco cardiovascular elevado;
  • Pacientes com insuficiência cardíaca que não respondem a inibidores da Enzima Conversora de Angiotensina (ECA);
  • Pacientes com diabetes mellitus tipo 2, com risco elevado para problemas renais.
COMO DEVO USAR
Medicamento de uso oral. Os comprimidos devem ser ingeridos uma vez ao dia, com ou sem alimentos, e não devem ser partidos ou mastigados.
A losartana potássica é de uso contínuo e pode ser administrada com outros agentes anti-hipertensivos (diuréticos, inibidores dos canais de cálcio, entre outros). Pacientes diabéticos podem administrá-la com insulina e agentes hipoglicemiantes comuns (sulfonilureias, glitazonas, inibidores de glucosidase, entre outros).

CONTRAINDICAÇÕES
A losartana potássica deve ser evitada por:
  • Pacientes alérgicos ao fármaco ou aos demais componentes da fórmula;
  • Pacientes com diabetes mellitus tipo 2 ou insuficiência renal que sejam usuários de medicamentos contendo alisquireno;
  • Pacientes com insuficiência hepática grave;
  • Pacientes entre o segundo e o terceiro trimestre de gestação.
Em caso de dúvida, leia a bula e consulte seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico antes de usar losartana potássica.